Archive

Archive for março \07\UTC 2010

Mulher – Dia Internacional da Mulher

Você dirige através da insinuação, da persuasão, do carinho da sedução e, sempre que sincera, através do amor. O amor, o suavizador de feras.

O feminismo…que algumas vezes se apresenta como partido político …ou movimento de disputa da masculinidade …ou movimento das frustradas amorosas…não é exatamente o seu carisma.

O feminismo da intelectualidade, da capacitação ,da dignificação do sexo, da defesa e desenvolvimento harmônico das suas crias, da igualdade cristã entre as pessoas, independente de sexo, este é o seu destino.

Se a meta é a humanidade e para ela o equilíbrio e a paz, não é senão na solidificação da família que se fará o cumprimento do objetivo.

A realização pessoal e egoística da autopromoção narcisista tão apregoada pelas figuras dos vídeos, na confusão de amar e desamar, na frustração recebida e causada, sem o objetivo da doação amorosa e sem o objetivo do equilíbrio, não é da sua formação.

Através dos séculos você foi abusada , até que no surgimento do evangelho foram colocadas a Madalena e as Bodas de Canaã a indicarem o verdadeiro caminho da humanidade e o verdadeiro papel cabe a você.

A força bruta da masculinidade perdeu valor diante da força da inteligência que criou as máquinas e o novo surto da economia …Quando surgiu este momento da inteligência você passou a despontar e passou a ocupar cada vez maior lugar , mais ativo na civilização.

A duplicidade do seu valor se evidencia quando a sua meta é a família e a sua inteligência alcança o trabalho no mundo econômico e do mundo do lar e você os concilia.

Da análise do gênesis se constata que Deus criou o mundo dentro de uma sequência de perfeição de formas e de funções. Depois de Ter criado o homem , não satisfeito, criou ainda a mulher.

Para harmonizar a sua criação não a criou de nenhuma matéria isolada , mas a criou do meio de Adão…nem da cabeça para que não seja tirana, nem dos pés para que não seja escrava, nem do abdome para que não seja das fermentações, nem dos genitais para que não seja somente o gozo, mas do peito, onde está o sopro da vida no ar que se respira e onde está o coração, fonte da vida que alimenta todo o corpo e vibra com as emoções das alegrias e das tristezas.

E na operação da criação não tirou só a costela, com ela veio um naco do coração que faz com que cada homem busque o pedaço de coração que lhe falta.

Deu-lhe, Deus, à mulher , o dom da amamentação , com o manancial do alimento , não lá na barriga, mas exatamente no peito, junto ao coração, o mesmo coração símbolo do amor para aconchegar a cria junto à face e fazer com que aquele que dela colhe a vida sinta o seu respirar, seus murmúrios de carinho e caricia , seu palpitar , no acalento dos braços macios e corajosos.

O mundo é seu, mulher! A política é sua , quando você sente que a sua família é o seu carisma e apenas pode bem sobreviver com uma sociedade digna e equilibrada.

O maior dos oradores não pode convencer mais do que a sua oração aos Pés de Maria ou das suas palavras no aconchego da cama ou das horas de refeição.

Você é a poesia, a harmonia, o sonho, a fibra, a luta, a vitória.

Autor: Fahed Daher

Categorias:Para pensar, Poesia

As Sete Maravilhas do Mundo

02/03/2010 1 comentário

Um grupo de alunos prepararam um estudo de geografia sobre as sete maravilhas do mundo. Ao final da aula, o professor pediu aos estudantes para fazerem uma lista do que eles pensavam que fossem consideradas as sete maravilhas atuais do mundo. Embora houvesse algum desacordo, começaram os votos:

1) O Taj Mahal – Índia
2) A Muralha da China
3) O Canal do Panamá
4) As pirâmides do Egito
5) O Grand Canyon
6) Angkor Wat – Floresta do Camboja
7) A Basílica de Saint Peter

Ao recolher os votos, o professor notou uma estudante muito quieta. A menina não tinha sequer virado a folha. O Professor então perguntou a ela se estava com problemas com sua lista.

A menina quieta respondeu:

– Sim, um pouco, professor. Eu não consigo fazer a lista, porque são muitas as maravilhas do mundo.
O Professor disse:
– Bem, nos diga o que você já tem e talvez possamos ajudá-la.
A menina hesitou, e, então leu:

– Eu penso que as sete maravilhas do mundo são:
1 – Tocar
2 – Sentir sabor
3 – Ver
4 – Ouvir
5 – Sentir
6 – Rir
7 – Amar

A sala emudeceu. Ficou completamente em silêncio.

Conseguimos facilmente olhar as façanhas do homem, visto que negligenciamos tudo o que Deus fez e ainda tem feito por nós. Que possamos nos lembrar hoje das coisas que são verdadeiramente maravilhosas. O verdadeiro amor de Cristo e do nosso grande Pai, o Senhor Deus.

“Não hesite em amar, quem ama só faz o bem”

Veja o que Paulo, o grande homem de Deus diz aos irmãos da igreja de Corinto: “Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine. E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria. E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria”. (I Coríntios 13:1-3).

Observação: O poeta grego Antípatro de Sídon, mais ou menos 150 anos antes do nascimento de Jesus Cristo, preparou uma lista do que ele considerava serem as sete maravilhas do mundo. A lista tratava de edificações imensas, templos e esculturas descomunais, pelo tamanho, beleza, riqueza e principalmente, pela magnitude da obra. As Sete Maravilhas do Mundo são:

1 – A Estátua de Zeus no Olimpo
2 – O Templo de Diana
3 – O Colosso de Rodes
4 – O Mausoléu de Halicarnasso
5 – O Farol de Alexandria
6 – Os Jardins Suspensos da Babilônia
7 – As Pirâmides do Egito

Preparado por Daniel Borges em 01/07/2003

Categorias:Fé Cristã, Para pensar